“FÓRUM GOIANA EM AÇÃODESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE GOIANA: PARA ONDE VAMOS?” - um breve olhar por

Lucas Afonso

Doutorando em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal Fluminense do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia (campus Niterói). Mestre pelo mesmo programa e graduado em Ciências Sociais pela UFRRJ. Tem experiência na área de Sociologia e atua nos seguintes temas: desenvolvimento regional, sociologia econômica, sociologia do trabalho e indústria automobilística. Atualmente é Professor Substituto de Sociologia do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do CEFET no campus Maria da Graça e editor da Revista Ensaios, periódico de Ciências Sociais da UFF.


O Fórum de Desenvolvimento Sustentável de Goiana (PE) organizou, no dia 26/08/2021, um encontro para debater sobre o tema do desenvolvimento no município de Goiana – PE. A iniciativa faz parte de um programa de atuação do movimento conhecido como Goiana em Ação, que tem como objetivo fomentar a participação de diversos atores do município nos debates sobre desenvolvimento local. Com uma programação de três encontros para o ano de 2021, esse foi o primeiro e teve um enfoque na apresentação de pesquisas, questões e estudos de casos sobre a atuação da fábrica da Jeep no município.

Mediado por Judi Cavalcante (Sócio-diretor e consultor sênior da Avesso Sustentabilidade, uma consultoria de gestão da sustentabilidade para cidades, empresas e organizações), o encontro iniciou-se com uma breve apresentação do grupo Goiana em Ação. Na sequência, o Professor Mario Ladosky (UFCC) apresentou um livro publicado recentemente, A indústria automobilística vista do espaço local: a experiência da Jeep (FCA) em Pernambuco e de outras montadoras. Em linhas gerais, o Professor Mario Ladosky apresentou elementos que permitem uma coesão entre os capítulos, destacando que, embora articulada de maneiras distintas (metodológica, teórica e analiticamente), a questão entre o entre o global e o local na indústria automobilística está presente nos nove artigos que constituem o livro.

Em seguida, o Professor José Ricardo Ramalho (UFRJ) compartilhou a trajetória de pesquisa sobre a indústria automobilística na região Sul Fluminense. Ramalho apresentou dados para pensar a conjuntura da indústria automobilística durante seus anos de atuação na região Sul Fluminense e destacou algumas notas metodológicas, como o fato de partir de um pressuposto que, ao pesquisar sobre esse setor, os pesquisadores estão “lidando com empresas multinacionais”. Além disso, Ramalho fez algumas comparações entre alguns polos industriais e trouxe reflexões sobre o impacto local causado pela instalação de empresas multinacionais.

Posteriormente, a Professora Valéria Costa Aldeci de Oliveira (UFPB) apresentou parte de sua pesquisa, intitulada A fábrica da Fiat/Chrysler em Goiana-PE: O caso das marisqueiras que se tornaram operárias, na qual relatou um pouco sobre a trajetória no trabalho de campo e compartilhou alguns resultados teóricos. A pesquisa trata-se de uma análise sobre as transformações nas relações de trabalho em alguns dos territórios tradicionais e pesqueiros de Goiana Pernambuco, observando ainda, dentro dessas mudanças, as relações sociais de gênero.

Na sequência o Professor Octavio Maza (Universidade Autônoma de Aguascalientes - México) trouxe algumas reflexões sobre a cadeia automotiva e desenvolvimento local no México, a partir do estudo de caso das lavanderias de luvas para a Nissan em Aguascalientes – México. O Professor Davide Bubbico (Doutor em Social Theory, Digital Innovations and Public Policies) trouxe, em seguida, alguns resultados sobre a sua pesquisa das semelhanças e diferenças de investimentos greenfield da FCA em Melfi e em Goiana, nos quais Bubbico, desde uma ótica comparativa, trata de assuntos como as dinâmicas de investimentos e mercado de trabalho local e global. Por fim, o Analista Vinícius Lobo (Ministério do Trabalho e do Emprego em Recife) compartilhou algumas experiências de formas de desenvolvimento em Recife, alimentando o debate sobre desenvolvimento local. Alguns participantes fizeram questões acerca dos temas abordados e o encontro se encerrou com um debate destacando a necessidade da construção de uma agenda de desenvolvimento para o município de Goiana-PE.

O livro A indústria automobilística vista do espaço local: a experiência da Jeep (FCA) em Pernambuco e de outras montadoras

Embora o encontro tenha assumido um formato de lançamento de livro, seu objetivo principal era fomentar um debate qualificado sobre aspectos do desenvolvimento local no município de Goiana. Organizado pelo Professor Mário Ladosky, o livro é dividido em duas partes e composto por nove capítulos e uma apresentação, feita pelo Professor Roberto Veras de Oliveira (UFPB). A obra, de uma maneira geral, trata dos impactos da indústria automobilística em algumas regiões. A primeira parte concentra-se na apresentação de análises sobre a trajetória de desenvolvimento econômico e social de Goiana, sobretudo a partir da instalação da Fiat Chrysler. Na segunda parte, os autores apresentam outras experiências da indústria automobilística em Novos Territórios Produtivos, trazendo estudos de casos que permitem refletir sobre experiências parecidas em relação à indústria automobilística e a relação à cadeia produtiva local-global. Além de apresentar diversas metodologias de análises resultadas do trabalho de pesquisadores com diferentes trajetórias acadêmicas, a obra concentra uma diversidade de debates teóricos sobre sociologia econômica, sociologia do trabalho, desenvolvimento, desenvolvimento sustentável, relações sociais de gênero etc. Para os interessados em pensar a atuação da indústria automobilística no contexto local-global, a leitura já é obrigatória.


Crédito pela imagem https://www.construquimica.com.br/destaques/obra-fiat-chrysler/

180 visualizações12 comentários

Posts recentes

Ver tudo